Equipe discute Plano de Mobilidade Urbana de Poá

224

A previsão é que em 90 dias todo o processo de elaboração do PlanMob de Poá seja concluído

O prefeito de Poá, Gian Lopes, conduziu na manhã de hoje (25) reunião para discutir o Plano de Mobilidade Urbana de Poá (PlanMob). O documento, que está em formulação, foi apresentado para secretários municipais, representantes do Legislativo e para técnicos de diferentes áreas. O chefe de Executivo ressaltou que o tema é amplo e que vai além do debate sobre transporte urbano, já que abrange questões de desenvolvimento urbano, como o uso e a ocupação do solo.

“A nova gestão encontrou Poá como uma série de demandas e questões problemáticas, que precisam ser resolvidas, principalmente na questão da mobilidade urbana. Por isso a importância de se buscar ações e propor soluções viáveis. A qualidade de vida das pessoas está diretamente ligada à forma e as condições de locomoção cotidiana”, comentou o prefeito Gian Lopes. Ele relembrou sua luta, desde janeiro, para conquistar novos dispositivos viários para o município.

Em abril, inclusive, o prefeito de Poá participou de reunião com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, intermediada pelo deputado federal Marcio Alvino, e que contou também com a presença do deputado estadual André do Prado. Na oportunidade foram entregues alguns pedidos como: a revitalização das principais avenidas da cidade; a construção de um anel viário e uma segunda alça de acesso ao viaduto; duplicação da avenida João Peckny; revitalização da avenida Getúlio Vargas e a implantação de um terminal rodoviário municipal e intermunicipal.

Segundo o secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, Elias El Ghossain, além das soluções buscadas pelo prefeito Gian Lopes em Brasília, para formulação do Plano de Mobilidade Urbana de Poá também foi feito um diagnóstico após analisar uma série de dados de pesquisa realizada com 750 poaenses e ainda ao avaliar outros quesitos que envolvem o transporte coletivo e o sistema viário.

“Poá tem praticamente duas barreiras quando pensamos na questão da estrutura do sistema viário: as linhas férreas (11 e 12) da CPTM. Elas provocam a divisão da cidade em três regiões e com isso o sistema viário do município fica seriamente dificultado e estamos buscando e pensando soluções para resolver este problema”, explicou Ghossain. “É necessário acrescentar que também foram analisadas as vias coletoras, arteriais e locais e a hierarquia viária de cada uma, levantados os mapas e os pontos críticos de tráfego, a maioria na região central, principalmente na região do Viaduto Tancredo Neves”, completou.

A discussão do PlanMob de Poá ainda abordou a questão do estacionamento rotativo e a disponibilidade de vagas e as soluções e demandas levantadas serão melhor avaliadas por uma equipe de Engenharia de Transportes. “Há alguns dias debatemos o plano de metas para atender demanda de vagas em creches, agora estamos tratando do Plano de Mobilidade Urbana de Poá, aí posteriormente teremos o Plano de Macro e Microdrenagem, entre outros. Ou seja, estamos analisando a cidade ponto a ponto e estes estudos serão juntados para utilização durante a revisão do Plano Diretor”, concluiu Ghossain.

Também participaram da reunião o secretário de Transportes e Mobilidade Urbana, Wilson Lopes, o secretário-adjunto de Transportes e Mobilidade Urbana, Marcos Pacheco, o secretário-adjunto de Obras, Gilson José de Souza, o secretário-adjunto de Planejamento, Orçamento e Gestão, Reginaldo Andrade e o vereador Lázaro Borges, entre outros técnicos da administração municipal. A previsão é que em 90 dias todo o processo de elaboração do PlanMob de Poá seja concluído.

Foto: Julien Pereira/Secom Poá

você pode gostar também Mais do autor