Fiscalização intima empresária a limpar calçada após descarte irregular

405

 

O Departamento de Fiscalização da Prefeitura de Poá recebeu denúncias sobre a atuação recorrente de uma empresária que estaria descartando entulho e lixo em uma calçada na Rua José Lopes Mohor, em Calmon Viana. A denunciada já havia sido notificada quanto a situação e como voltou a cometer a infração, foi intimada a retirar todo o material encontrado em até três dias. De acordo com os fiscais da administração municipal, o próximo passo, caso o problema persista, é a aplicação de multa.

Segundo o diretor do Departamento de Fiscalização, Wagner Gabanella Fonseca, a aplicação de multa é o último caso. “Só acontece quando já tentamos todas as outras possibilidades. Sempre tentamos resolver por meio da conversa, mas em caso de reincidência, precisamos aplicar a lei”.

Fonseca acrescentou que a equipe de fiscais, ao receber uma denúncia, primeiro realiza o trabalho de orientação e notificação. Se o problema ainda continuar ocorrendo é registrada a intimação. E por último, já que todas as outras tentativas de atuação não obtiveram sucesso, é aplicada a multa.

O problema na Rua José Lopes Mohor, em Calmon Viana, inclusive foi verificado pelo secretário de Governo, Augusto de Jesus e pelo vereador Mario de Oliveira, o Marinho do Jornal, além de técnicos da Secretaria de Serviços Urbanos. Moradores também estavam no local e reforçaram as reclamações quanto a situação.

“Moro aqui na rua há três meses, mas percebi que a situação é recorrente. A pessoa que faz o descarte tem um salão de festas e sempre coloca lixo no mesmo local. A Prefeitura limpa, porém, poucos dias depois o espaço está sujo novamente”, disse o professor José Carlos Teles.

A técnica de Farmácia, Vivian Oliveira dos Santos, completou que devido ao descarte irregular da empresária, pessoas de outros bairros aproveitam para também depositar lixo no local. “Virou um ponto viciado”.

A Secretaria de Serviços Urbanos divulgou que tem realizado o trabalho de limpeza em todos os bairros, mas reforçou que para manter a cidade limpa e longe de focos de doenças, além de a prefeitura fazer a parte dela é necessário que a população colabore evitando jogar lixo doméstico ou entulhos em locais públicos e em terrenos baldios. A participação dos poaenses é importantíssima.

você pode gostar também Mais do autor