Poá distribuirá 17 mil kits de saúde bucal

524

Prevenção odontológica se apresenta como a forma mais eficaz de promover a saúde bucal

Além dos 16 mil uniformes e kits escolares, os estudantes da Rede Municipal de Ensino também contarão neste ano com 17 mil kits bucais. Segundo o prefeito Gian Lopes, a prevenção odontológica tem se apresentado como uma forma mais eficaz de promover a saúde bucal e por isso a parceria das secretarias de Educação e Saúde de Poá vai levar às unidades de ensino municipais trabalhos educativos e preventivos para transmitir informações sobre o cuidado com a higiene bucal.

“A finalidade da ação é que o aluno se torne um multiplicador de informações levando o que aprende para os seus familiares. Esta é uma grande iniciativa e fico muito feliz e satisfeito de já iniciarmos este projeto neste início de ano letivo”, comentou o prefeito durante evento no Complexo Educacional Poaense Professor José Antônio Bortolozzo, no bairro Cidade Kemel.

Segundo o vereador de Mogi das Cruzes e presidente do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP), Claudio Yukio Miyake, a Prefeitura de Poá está de parabéns pelo trabalho que vai realizar na Rede Municipal de Ensino. “Esta união de esforços que está sendo realizada na cidade é muito importante. Fico muito feliz em saber que saúde bucal em Poá é vista como prioridade”, ressaltou.

A secretária de Educação, Juliana Pelegrineli, explicou que o trabalho será de grande importância. “Os alunos serão conscientizados sobre a importância da prevenção e da saúde bucal e poderão passar essas informações que vão receber em suas casas e com isso atingiremos um número ainda maior de munícipes sobre o assunto”, afirmou Juliana.

De acordo com o coordenador de Saúde Bucal de Poá, João Jurandir Simões Junior, cada unidade de ensino receberá um kit que será utilizado no trabalho de prevenção odontológica e os alunos um kit individual composto com estojo, creme dental, escova de dente e fio dental. “Além disso, os estudantes participarão de palestras de conscientização, juntamente com os professores e profissionais de saúde bucal”, acrescentou Simões Junior.

Foto: Julien Pereira/Secom Poá

você pode gostar também Mais do autor