Poá solicita liberação da Atividade Delegada e mais delegados

406

Durante reunião na Secretaria de Estado da Segurança Pública, cidade reforçou a solicitação do reforço no efetivo de policias militares e principalmente de delegados para autuação no município

O secretário de Segurança Urbana de Poá, Nobuo Aoki Xiol, participou de reunião do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) com o secretário de Estado da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho. No encontro, Xiol reforçou a solicitação do reforço no efetivo de policias militares na cidade e principalmente de delegados para autuação no município. Também foi uma oportunidade para pedir a liberação do convênio da Atividade Delegada.

A reunião também contou com a presença dos prefeitos de Guararema, Adriano Leite, de Arujá, José Luiz Monteiro, do deputado estadual André do Prado, de representantes dos municípios de Suzano, Itaquaquecetuba e Guarulhos, e de assessores dos deputados estaduais Dr. Luiz Carlos Gondim e Estevam Galvão.

Xiol acredita que entre as demandas solicitadas a Atividade Delegada deve ser a primeira a ser efetivada. Esse convênio com a PM estava parado desde junho de 2016 e foi retomado logo quando o prefeito Gian Lopes assumiu a administração municipal. “A documentação necessária para o início de 34 policiais precisa ser enviada pela Polícia Militar para Secretaria de Estado da Segurança Pública, o que deve acontecer nos próximos dias e em breve iniciaremos os trabalhos com esse efetivo diretamente nos bairros ajudando no combate à criminalidade”.

O convênio da Atividade Delegada firmado entre Estado e o município permiti a utilização dos PMs, em dias de folga, possibilitando mais segurança para população e contribuindo para a redução dos índices de criminalidade. Além disso, o secretário Xiol também está acelerando a convocação dos aprovados no concurso para Guarda Civil Municipal.

Segundo o deputado André do Prado, foi solicitado ainda na reunião a reposição dos efetivos das polícias Civil e Militar, principalmente para fazer as rondas preventivas e ostensivas. “Os prefeitos e secretários municipais presentes fizeram questão de se colocar à disposição para integrar as forças públicas do Estado com as guardas municipais para ajudar no atendimento à população e até o registro de ocorrências, através do Boletim Eletrônico”.

Foto: Divulgação

você pode gostar também Mais do autor