Poaenses recebem certificados dos cursos de Informática e Panificação

139

Foi realizada na manhã de hoje (30), na Câmara de Vereadores de Poá, a formatura de 60 estudantes dos cursos de Informática e Panificação, oferecidos pela Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Emprego e Relações do Trabalho e Associação de Promoção do Desenvolvimento Local (APDL), que em convênio com a Secretaria Estadual de Emprego e Relações do Trabalho (SERT) executou atividades de qualificação profissional em Poá. Participaram do evento o prefeito Gian Lopes, o vice-prefeito Marcos Ribeiro da Costa, o Marquinhos Indaiá, o secretário-adjunto da SERT, Eufrozino Pereira, secretários municipais e vereadores.

“Estamos trabalhando para oferecer oportunidades para os poaenses e cursos como estes de Informática e Panificação são de extrema importância para os participantes ingressarem futuramente no mercado de trabalho. Também estamos lutando, juntamente com o deputado estadual André do Prado, para instalação de uma escola profissionalizante na cidade e assim oferecer cursos de formação profissional atendendo cerca de duas mil pessoas por ano”, comentou o prefeito Gian Lopes.

O secretário-adjunto da SERT, Eufrozino Pereira, explicou aos participantes a importância dos estudos e de manter-se atualizado para o mercado de trabalho. “Vocês que foram qualificados nos cursos de Informática e Panificação agora ficam na frente das outras pessoas no mercado de trabalho. Vocês estão mais preparados e seguros para enfrentar essa crise e driblá-la com mais conhecimento”, afirmou.

Segundo o secretário municipal de Indústria, Comércio, Emprego e Relações do Trabalho, Ricardo Massa, a qualificação profissional é um diferencial para quem pretende alcançar uma oportunidade no mercado de trabalho ou para quem busca uma segunda formação pensando em novos desafios na carreira. “Estamos correndo atrás de ações e projetos que ajudem o poaense. Oferecer oportunidades é nosso grande objetivo aqui”, explicou.

Massa comentou que durante os cursos de Informática e Panificação os alunos receberam material didático (apostilas e bolsas), kit didático (caderno, caneta, lápis, e borracha), lanche diário e bolsa auxílio, que foi dividida em dois pagamentos no valor de R$ 330.

Só não receberam o benefício de bolsa auxílio alunos que trabalham formalmente com registro em carteira, aposentados, pensionistas e beneficiários do INSS, seguro desemprego, profissional autônomo ou outra situação de mercado de trabalho.

você pode gostar também Mais do autor